11° Dia – 21/07/2010

Dia de snowboard.

Acordamos e fomos para a loja onde alugamos as roupas e equipamentos e de onde pegaríamos o transfer para a estação de esqui. Fomos juntos com o Willian e o Felipe e lá na loja encontramos duas meninas da Bélgica que também iriam com a gente.

Chegamos na estação e havia muita neve, estava ótimo para a prática de snowboard, mas senti falta de uma coisa: minha carteira. Putz, tinha esquecido a carteira lá na loja. Se eu perco os documentos e cartões estaria f****o. Mas ao voltar para a loja no final da tarde a carteira estava no mesmo lugar onde eu havia deixado, ufa!

Na estação, o topo do vulcão não estava visível, pois o tempo estava meio fechado. No fim da tarde, quando já nos preparávamos para ir embora as nuvens abriram espaço para podermos finalmente ver o topo do vulcão, muito louco. Aproveitamos e tiramos várias fotos.

Dessa, vez com a prática fui melhorando a minha técnica com o snowboard, porém os tombos também ficavam mais sério e quase desloquei o ombro em um tombo em alta velocidade, mas ficou tudo bem.

Ao voltarmos para a cidade, passamos no mercado para comprar as coisas para o churrasco e o Willian preparou o verdadeiro churrasco gaúcho. Depois de muita cerveja e vodka, já era mais de meia-noite resolvemos sair e fomos em uma balada chamada La Playa. Ao todo estávamos em 9, até o Gustavo, dono do albergue, estava com a gente. Zuamos muito e fizemos o maior sucesso por sermos brasileiros, várias fotos com o pessoal do Chile…..

Voltamos para o albergue nem me lembro que horas era, mas precisava dormir, pois no outro dia teria que dirigir até Bariloche.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...