swu paulinia 2011No último final de semana (12, 13 e 14 de novembro) aconteceu em Paulínia, interior de São Paulo o SWU Music & Arts Festival.

Durante 3 dias a cidade recebeu gente de todo o canto do país e até mesmo pessoas de fora do Brasil.

A área destinada ao evento era de 1,7 milhão de m², tamanho suficiente para acomodar o grande número de pessoas que compareceu a festival (64 mil no primeiro dia, 45 mil no segundo e 70 mil no terceiro). Os banheiros, áreas de alimentação, palcos, tendas e stands foram muito bem distribuídas dentro desse espaço o que refletiu em poucas (ou nenhuma) filas.


Fórum

Um dos objetivos do festival foi o II Fórum Global de Sustentabilidade, onde 29 palestrantes, entre eles o músico Neil Young, a atriz Daryl Hannah e a ex-ministra Marina Silva. Acompanhados por cerca de 3 mil pessoas e ainda transmitido ao vivo pela SWU TV, por onde mais de 1,5 milhão de pessoas puderam acompanhar.



Sustentabilidade

O foco do evento, a sustentabilidade, aparentemente foi cumprida. Nas áreas destinadas às praças de alimentação haviam várias lixeiras, já nas áreas onde o público acompanhava o show e também na arquibancada era inevitável uma quantidade muito grande de lixo no chão, porém todo o lixo foi recolhido e segundo os organizadores a expectativa é que 100% dele seja reciclado.



Música

As atrações musicais se apresentaram em 3 palcos (bandas) e uma tenda eletrônica (DJs).

A tenda, que recebeu o nome de Heineken Greenspace, contou com vários DJs renomados, como Afrojack, Sven Väth e Fedde Le Grand, a música eletrônica rolou do começo ao fim.

heineken greenspace swu


No palco New Stage se apresentaram algumas bandas de “menor expressão”. O único show que assisti nesse palco foi da banda Simple Plan no último dia, voltei aos meus tempos de adolescentes. A banda de pop punk canadense liderada pelo vocalista Pierre Bouvier fizeram uma apresentação ótima, com muita interação com bastante interação com o público, integrantes tomando caipirinha no palco e uma sortuda ainda ganhou um baixo do David Phillippe Desrosiers, baixista da banda.


Os palcos principais, Energia e Consciência ficavam um de frente para o outro e as bandas principais se revezavam entre eles.

palco principal swu

No primeiro dia (12/11/11) S.O.J.A. fez um show incrível e o vocalista, Jacob Hemphill pareceu até emocionado com a energia do público que cantou todas as músicas. O último show do dia ficou a cargo da banda Black Eyed Peas que arrasaram e fecharam o primeiro dia do festival com chave de ouro.

No segundo dia (13/11/11) não chegamos a tempo de ver o show do Zé Ramalho, mas podemos assistir o ótimo show do Ultraje a Rigor e toda a confusão que envolveu pessoas da produção da banda com da produção de artistas que se apresentariam em seguida. Mesmo com esses fatores extra palcos o Ultraje conseguiu agitar o público com os clássicos da banda. Outro ótimo show do dia ficou por conta de Duran Duran que empolgou o público cantando músicas que com certeza você já ouvi mas não sabe que é dele (aconteceu comigo).

Do último dia (14/11/11) os shows que mais gostei foram das bandas Primus e Megadeth que com shows pesados fizeram apresentações de alto nível.



Geral

Os preços dos alimentos e bebidas dentro do evento estavam um pouco acima do esperado, como exemplo um pedaço de pizza por 10 reais, um copo de água 300ml por 5 reais e uma latinha de cerveja por 7 reais. A única vantagem do preço alto da cerveja foi que não presenciei ninguém (muito) bêbado e também não cheguei a ver nenhuma briga.

Não pude ver a área de camping mas sei que contava com água quente, loja de conveniência 24 horas por dia e toda infra-estrutura necessária.

O estacionamento oficial do evento, 50 reais para carro com 3 ocupantes e 100 reais para carro com menos de 3 ocupantes também não estava com um preço muito favorável, ainda mais porque com a chuva do último dia vários carros acabaram ficando atolados.



No geral o evento foi muito legal e o local conseguiu suportar bem o festival, no entanto a cidade deve aumentar o número de hotéis e facilitar um pouco mais as rotas de acesso ao local para trazer as edições dos próximos anos novamente para Paulínia.




E você veio ao festival? O que achou?



A edição de 2012 já foi confirmada na cidade, porém os criadores do festival pretendem fazer entre setembro e outubro para fugir das chuvas dessa época do ano no estado de São Paulo.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...