Dois irmãos


Infelizmente ainda não conheço Fernando de Noronha e também nunca fiz um cruzeiro.

Mas o assunto do Turismo em debate no mês de fevereiro é exatamente sobre a questão do aumento dos cruzeiros em Fernando de Noronha. Assim pude saber um pouco mais sobre o assunto e escrevo esse post para expressar minha opinião .


Alguns devem estar se perguntando: “Mas não é legal aumentar o turismo na região?”



Não!



Não desse jeito, pelo menos. Fernando de Noronha não é um destino qualquer, o arquipélago composto por 21 ilhas é um Parque Nacional, ou seja, uma Área de Preservação Ambiental, além de ser Patrimônio Mundial da Humanidade.

E antes que você pergunte, eu respondo: Sim, o grande número de cruzeiros afeta o meio ambiente na região.



Apenas para citar alguns problemas:

– Poluição sonora
– Derramamento de óleo e/ou combustíveis
– Lixo e dejetos produzidos pelos passageiros



O arquipélago possui regras quanto a entrada de turistas por meio aéreo, como por exemplo o número máximo de pessoas que podem entrar na ilha; mas essas regras não se aplicam aos passageiros vindos de Cruzeiros e pelo que entendi parece que isso se deve ao fato das pessoas não pernoitarem na ilha.

Destinos como Fernando de Noronha devem seguir regras pré-estabelecidas para a visitação, caso contrário o local pode até se desenvolver com o maior número de turistas gastando na região, mas o atrativo natural sofrerá e em alguns casos pode acontecer de desaparecerem.

Outra coisa que deve ser levada em conta é o cumprimento da lei e uma fiscalização ativa.

E um 3° ponto, os turistas devem ter a consciência de que o turismo desenfreado em regiões naturais pode fazer com que seus filhos e netos não tenham a oportunidade de conhecer as mesmas belezas naturais.


Mochileiros, viajantes de aventura e todos os que admiram a natureza e gostam de ter um contato real com o meio ambiente sabem da importância da preservação e não corroboram com esse tipo de viagem.

Sem contar que, ao visitar Fernando de Noronha de cruzeiro, acredito que não conhecerá nem metade dos atrativos do local, não terá o contato intenso com as mais belas paisagens naturais e só terá fotos para mostrar para a família e amigos, não terá vivenciado tudo o que Fernando de Noronha oferece.



fernando de noronha



Fazer um cruzeiro, deve ser o máximo, mas nos locais e do jeito certo.



Fernando de Noronha deve ser visitado do jeito tradicional para que as belezas naturais permaneçam por muito tempo.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...