transporte públicoNesse mês (abril/2012) o tema discutido no #TurismoEmDebate foi o Transporte Público, ou melhor as falhas do transporte público brasileiro!

Claro que as falhas existentes no transporte público nacional não afeta somente turistas, mas principalmente moradores locais, pois são eles que os utilizam todos os dias. Esse fator foi levado em conta durante o debate, pois uma vez que a população tenha opções de transporte público dignas, os turistas também serão beneficiados com um bom serviço.


O debate foi realizado na terça-feira (24 de abril de 2012) através do twitter com o uso da hashtag #TurismoEmDebate, teve sete perguntas principais, sobre as quais os participantes foram desenvolvendo o assunto.



Começamos o debate na busca por uma cidade brasileira que oferece transporte de qualidade, Curitiba e Porto Alegre foram bastante citadas. Eu inclusive apesar de não conhece-las, já ouvi falar muito bem sobre os ônibus oferecidos em ambas as cidades. Acredito porém que, mesmo essas cidades, se compararmos com cidades no Canadá, Alemanha ou Japão, podemos perceber que estamos bem atrasados e sendo obrigados a utilizar um serviço de transporte bastante inferior.

onibus em curitiba

Ônibus em Curitiba

As maiores cidades brasileiras, São Paulo e Rio de Janeiro, apesar do péssimo serviço oferecido ao morador foram lembradas por serem das menos piores para o turista, visto que possuem as maiores malhas de metrô do Brasil. Lembrando sempre de que se estiver visitando as cidades, evite os horários de pico.


Prova do péssimo serviço de transporte oferecido nessas cidades é a reportagem do Repórter Record, que durou um programa e mostrou o caos e a ineficiência no transporte público de SP. Também teve algumas imagens do Rio de Janeiro. O vídeo é longo, mas vale a pena clicar no link abaixo e assisti-lo.

Repórter Record – O caos e a ineficiência no transporte público de SP


Pensando em outros países, Canadá, Alemanha e Japão já citados acima juntamente com Hong Kong e alguns países europeus foram muito bem lembrados como exemplo de qualidade.

transporte publico no canada

Transporte Publico no Canada




Acreditam que no Canadá chega à ter, no ponto de ônibus, um equipamento que mostra quanto tempo resta para chegar o próximo? E em Hong Kong que você consegue fazer check-in do seu voo e despachar bagagem na estação de metrô antes de pega-lo para ir ao aeroporto, perfeito não? Imagine poder viajar, contando com essas comodidades!

Claro que no Brasil, pelo menos por enquanto, não precisava chegar nesse ponto, mas um pouco que fizessem já seria perceptível. Cade o trem de alta velocidade que ligaria Campinas – São Paulo – Rio de Janeiro?


Somos constantemente atrapalhados no momento de planejarmos uma viagem aqui no Brasil! Quer ver?

Primeiro de tudo é preciso pensar em como planejamos uma viagem… Pensou?

O deslocamento é um item essencial, pois a viagem vai ser totalmente baseada nele, você vai precisar de transporte (público ou não) desde pra sair da sua casa e ir até o aeroporto ou rodoviária, no destino, vai precisar para ir do aeroporto/rodoviária até o local onde ficará hospedado, para se deslocar entre os locais que irá conhecer e atividades que irá praticar na cidade e vai precisar de tudo isso na hora de voltar também. É tudo isso mesmo ou eu to exagerando?

Aí você é “obrigado” a gastar mais com táxi e ainda assim correr o risco de pegar um taxista malandro, alugar um carro e em muitos casos diminuir o número de atrações visitadas porque vai perder 2 horas no trânsito…


Na continuação do debate, o próximo alvo foram os aeroportos.

Insuficiência de espaço, mal atendimento, preços e segurança foram as principais falhas comentadas. A questão das falhas de segurança em aeroportos também foi levantada.

Enfim, o Marcelo Valente fez um comentário com a visão perfeita: “Este gargalo dos aeroportos, vai ser o ponto mais negativo do Brasil na Copa”. Alguém discorda?

caos nos aeroportos brasileiros


Depois disso, foram citados onde o governo deveria investir recursos para a melhoria do transporte e a Tati Akamine resumiu perfeitamente: “Precisamos de trens pra transporte entre cidades, de metrô dentro das cidades grandes, de ônibus nas pequenas”. Básico, não? Será que é tão difícil assim investir um pouco de dinheiro nisso?


Para finalizar, falamos um pouco sobre um tipo de transporte que com investimentos e incentivo do governo, poderia amenizar não só a falta de transporte público, mas como o trânsito nas grandes cidades e também a emissão de gazes poluentes. Esse transporte não é ninguém mais, ninguém menos que a bike!

A falta de ciclovias e a falta de respeito de alguns motoristas são fatores que influenciam negativamente na utilização de bicicletas. É necessário iniciativa pessoal e algumas vezes iniciativa privada para vermos algumas bikes pela cidade. No Rio de Janeiro, a prefeitura em parceria com o Itaú criou o Projeto Bike Rio, muito bem explicado no post da Natália Gastão lá no blog Ziga da Zuca.

bicicletas


Antes mesmo de pensar na vergonha que iremos passar na Copa 2014 e Olimpíadas 2016 temos que pensar em lutar por transporte público de qualidade para a população!

As pessoas se acostumaram com essa precariedade no transporte e acham que isso é o normal, que ja faz parte de suas vidas. Mas não tem que ser assim!

Tem que cobrar os governantes começando aí pelo seu bairro ou sua cidade, até chegarmos na esfera nacional e quem sabe chegar próximo ao padrão dos países citados acima como exemplo de bons serviços de transporte público.


Vamos continuar esse debate, deixe seu comentário e acompanhe a fanpage do #TurismoEmDebate no Facebook. Todo mês temos um tema diferente para debatermos, participe com a gente.


E vamos mudar isso:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...