Estação da LuzDepois de um sábado ótimo com walk tour pelo centro de São Paulo, apresentação do Junior sobre a Colômbia no Encontro de Viajantes e horas de bebedeira happy hour pra fechar a noite em ótima companhia, levantamos cedo no domingo para o segundo dia do Encontrão.


No 2° dia o grupo estava um pouco menor, mas o nosso domingo foi tão legal quanto o sábado. Nos encontramos na Estação da Luz, com sua arquitetura inglesa do início do século XX.

Demos uma volta por fora, entramos, observamos e fomos começar nossas atividades do dia.


Estação da Luz

Nossa primeira parada foi ali mesmo no Museu da Língua Portuguesa que fica num prédio anexo à Estação da Luz. Pagamos R$6,00 a entrada e quem era estudante pagou apenas R$3,00.

Confesso pra vocês que não esperava muito do museu, grande erro e falta de informação da minha parte, pois esse foi um dos museus mais legais que eu já fui!

Mesmo não sendo tão grande vale à pena reservar umas 3 horas para conhece-lo. O Museu da Língua Portuguesa conta basicamente com duas exposições, uma é permanente e mostra a linha do tempo da língua portuguesa, as diferentes influências e os diferentes sotaques do nosso idioma.


Influência do inglês e francês Influência do espanhol

Língua portuguesa

A outra exposição é temporária, variando entre autores importantes. No dia em que fomos ao museu, a exposição era do autor Jorge Amado, que estará por lá até o dia 22/07/2012.


Exposição Jorge Amado


Exposição Jorge Amado


O legal desse museu é que tudo é extremamente interativo, você participa e não simplesmente observa o que está ali exposto.


Saindo da região da Estação da Luz fomos até a Sala São Paulo que é a sede da Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo, mas apenas observamos a bela construção pelo lado externo.

Caminhamos até o Viaduto Santa Efigênia, que fica sobre o Vale do Anhangabaú e é de uso exclusivo para pedestres. De lá pudemos observar o Edifício Martinelli, primeiro arranha-céu da cidade de São Paulo e ao término da travessia do viaduto chegamos ao Mosteiro de São Bento, que infelizmente estava fechado.


Após, continuamos o nosso tour indo em direção ao Mercadão, mas pelo caminho ainda passamos pelo prédio da Bovespa e pudemos admirar a imponência do Prédio do Banespa, que apesar de não ser mais do Banespa ainda é muito conhecido por esse nome.


Bovespa Prédios em São Paulo



Finalmente chegamos ao Mercado Municipal Paulistano, ou Mercadão onde experimentamos o famoso pastel de bacalhau e o sanduíche de pernil. Algumas pessoas experimentaram o ainda mais famoso sanduíche de mortadela do qual só ouvi elogios.

Pastel de bacalhau - Mercadão SP


Foi realmente um final de semana muito especial ao lado de pessoas muito agradáveis! Estou pensando em outros pontos que gostaria de visitar em São Paulo e em breve devo contactar os amigos do Quatro Cantos do Mundo e do Dicas & Turismo para fazermos um novo Encontrão.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...