A Senda e o Aprendizado do Mochileiro PeregrinoHá algumas semanas recebi uma mensagem do Gabriel, conhecido como Mochileiro Peregrino. Ele me ofereceu um exemplar do livro dele A Senda e o Aprendizado do Mochileiro Peregrino que foi lançado no final de 2012.

Como sou louco por livros e ainda mais sendo sobre mochilão, não pude recusar.

Recebi o livro, terminei de ler e divido uma breve análise dele aqui com vocês.



Antes de começar a ler o livro, fui pesquisar o significado da palavra senda, encontrei no próprio site do Mochileiro Peregrino. No livro ele utiliza o termo como “caminho percorrido com esforço”, esforço físico, mental e espiritual.


Lançado de forma independente, o livro é dividido em 13 capítulos, os primeiros narram as aventuras do autor pelas cavernas do PETAR. A sequência dos capítulos trazem algumas travessias e mochiladas pelo Brasil até que chega no ápice, onde ele conta como foi sua subida em um vulcão ativo no Equador.

A narrativa é bastante dinâmica e o interessante é o fato dele mesclar seus relatos com um informações pessoais. Isso faz com que a gente vá conhecendo ele aos poucos, como se estivéssemos vivendo suas aventuras junto com ele.


A forma e a motivação que levam o Mochileiro Peregrino pelos seus caminhos é a mais simples possível.

Sempre em busca do contato com a natureza, em vários momentos ele se emociona com fato que as vezes não damos valor como um pôr do sol.

As pessoas que passam pela vida dele também ganham destaques, seja dando uma carona ou abrigo para uma noite.


O livro tem algumas fotos, mas com poucos detalhes porque estão em preto e branco. Enfim, o que conta mesmo é a narrativa “on the road” que faz a leitura fluir e as palavras de motivação usadas que fazem o leitor querer sair em busca do seu próprio caminho.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...