Parque Nacional do ItatiaiaHá algumas semanas, pegamos um sabadão e fomos para o Parque Nacional do Itatiaia, o primeiro Parque Nacional do Brasil, criado em junho de 1937.

É lá que está localizado o famoso Pico das Agulhas Negras, mas dessa vez o nosso objetivo era subir o Maciço das Prateleiras.

Fomos em uma van, partindo de Guaratinguetá, com uma galera e o guia. Você pode encontrar os guias, chamados de condutores, no próprio site do parque, para subir o Maciço das Prateleiras é necessário um condutor de escalada.

Vimos um kara que tentou ir sozinho, não conseguiu achar o caminho correto e voltou todo ralado sem alcançar o objetivo.

O Maciço das Prateleiras atinge 2.539 metros de altitude. Eu apareço nas duas fotos abaixo, dá uma olhada pra você ter noção do tamanho.


DSC_0005 DSC_0006



O Parque Nacional do Itatiaia

O Parque Nacional do Itatiaia está localizado entre o estado do Rio de Janeiro abrangendo os municípios de Itatiaia e Resende e o estado de Minhas Gerais, nos municípios de Itamonte e Bocaina de Minas, fica bem próximo da divisa com São Paulo.


Como chegar ao Parque Nacional do Itatiaia

O acesso à sede do parque é feito no km 318 da Rodovia Dutra, no município de Itatiaia.

Mas para ir até o Maciço das Prateleiras o acesso é pelo km 330 da Rodovia Dutra, no povoado de Engenheiro Passos. Aí é só seguir pela Rodovia Rio-Caxambú (BR 354) até a divisa entre Rio de Janeiro e Minas Gerais.

IMG_4034

IMG_4035


Na divisa você já vai ver a placa indicando Agulhas Negras e Prateleiras, siga a placa e você chegará ao Posto Marcão onde pagará o ingresso de R$12,50 (tem que ser em dinheiro).

De lá, uma caminhada de 3km até o Abrigo Rebouças, de onde começa o trekking para a base do Maciço das Prateleiras.


IMG_4058

Trekking e escalada ao Maciço das Prateleiras

Algumas pessoas do nosso grupo fizeram apenas o trekking até a base do Maciço das Prateleiras. São 2,3 km de terreno irregular, subidas e descidas.

Chegando na base, uma pausa para descanso, hidratação e reposição de energias. Lembre-se de levar água, isotônico, lanches, barra de cereal… também é uma boa levar um agasalho.


DSC_0949 DSC_0967



A subida ao cume não é muito difícil, mas alguns conhecimentos de técnicas de escalada podem facilitar sua vida. Você vai passar por fendas, vai pular pedras e em alguns pontos será necessário o uso de cordas (que o guia leva).

Foi uma sensação muito boa conseguir chegar ao cume, a vista estava meia fechada por causa das nuvens, mas é muito legal você conseguir chegar ao objetivo que se propôs.

IMG_4063

IMG_4068

IMG_4079

IMG_4076


Na hora da nossa descida, começou a chover e isso dificultou bastante as coisas. Tivemos que ir mais devagar e redobrar a atenção, mas ocorreu tudo bem e sem maiores incidentes, apenas alguns ralados e partes do corpo doloridas.

O trekking até a base do Maciço das Prateleiras com a escalada até o cume, mais o deslocamento até o parque e retorno durou o dia todo. Saí de lá bem cansado porém satisfeito comigo mesmo por ter alcançado esse objetivo.

Agora o próximo passo é o Pico das Agulhas Negras, que aparece na foto abaixo. 😉

DSC_0905

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...