Durante o Mochilão de Mel, em nossa passagem pela Bélgica, ficamos em Bruxelas durante alguns dias mas em um desses dias fizemos um bate volta em Bruges.

Chamada de “Veneza do Norte”, um de seus principais atrativos são os passeios de barco pelos canais que cortam a cidade. Mas Bruges vai muito além disso e merece pelo menos um dia inteiro de pernada para conhece-la.

bate volta em bruges


Antes de qualquer coisa, você precisa escolher o meio de transporte para você sair de Bruxelas e chegar a Bruges. São apenas 100km e as principais opções são alugar um carro ou então pegar um trem.

Alugar um carro pode parecer uma boa ideia, visto que te dá uma maior liberdade de horário e de locomoção, mas em compensação também te traz outras preocupações como procurar lugar para estacionar, ter que abastecer o carro e o principal, não poder beber.

Indo de trem, a flexibilidade de horário é um pouco menor, mas a viagem é muito legal e você não fica com as preocupações de ter um carro sob sua responsabilidade.

Por isso, nossa opção foi fazer o bate volta em Bruges de trem, saindo da Estação Central de Bruxelas e chegando na estação Brugge.

bate volta bruges

bate volta bruges

bate volta bruges


Desembarcando na estação em Bruges, dá pra ir caminhando por cerca de 1,5km até a Market Place, praça principal da cidade.

Mas não pense que será uma caminhada sem graça não, você vai passar por praças, pontes, belíssimas construções e você pode dar uma passada na Huisbrouwerij De Halve Maan, ou seja, a cervejaria De Halve Maan que produz as cervejas Straffe Hendrik and Brugse Zot.

Na cervejaria você pode apenas degustar esse ótimos rótulos ou tem ainda a opção de fazer o tour guiado. Dependendo do horário você pode até almoçar por lá.

bate volta bruges cervejaria


As construções em estilo medieval são maravilhosas e pra qualquer lugar que você olhe não tem como não esboçar uma reação do tipo “nossa, que legal!” e já sair fotografando tudo.

A Market Place é simplesmente sensacional e assim que você chegar lá, uma opção que pode ser bem legal é fazer um city tour com guia em transporte aberto. Nós optamos por não fazer o city tour e ficamos mais por ali na região da praça.


Em torno da Market Place, além de ótimos cafés e restaurantes você vai encontrar a Belfry of Bruges Belfort, que é uma torre de sino medieval conhecida como Campanário, a Câmara Municipal da cidade, o tribunal da província, a Basílica do Sangue Sagrado e alguns museus como o Bruges Beer Museum.

bate-volta-bruges-4

bate-volta-bruges-5

bate-volta-bruges-6

bate-volta-bruges-7

bate-volta-bruges-8


Aproveite a região para experimentar os mais variados tipos de cerveja, comer do bom e do melhor, comprar souvenirs, caminhar por lugares incríveis e também apenas sentar ali na praça e observar, sentir o clima local e aproveitar o momento.


No final do dia, hora de voltar para a estação e pegar o trem de volta para Bruxelas.

Um bate volta em Bruges me pareceu bem suficiente, claro que se você quiser fazer uma viagem mais lenta, visitar museus e contemplar toda a cidade, vale a pena ficar por mais dias por lá.


bate-volta-bruges-9 bate-volta-bruges-10

bate-volta-bruges-11 bate-volta-bruges-12




É importante lembrar da obrigatoriedade do Seguro Viagem para entrar na Europa, caso esteja com viagem marcada e ainda não adquiriu o seguro, confira os preços da AssistCard.


Transparência com o leitor: O texto acima possui a inserção de link patrocinado.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...